Planeta Marte
marte-planeta.gif

Marte é um planeta do sistema solar que se encontra situado em quarto lugar a partir do Sol. Durante a noite é identificado pela sua aparência, uma estrela vermelha, característica essa que lhe rendeu o nome de Marte, nomeação feita pelos antigos romanos. Além dos romanos, os chineses, coreanos e japoneses o denominaram de “Estrela de Fogo”.
Para realizar um movimento completo em torno do sol, Marte precisa de 687 dias, tomando como base os dias terrestres.
O planeta em questão possui particularidades semelhantes às do planeta Terra como, por exemplo, a duração do dia e as estações do ano bastante similares.

No verão a temperatura atinge – 36ºC e no inverno as temperaturas atingem – 130ºC. Marte é um planeta com tamanho inferior ao da Terra, para realização do movimento de rotação a duração é de 24,6 horas e translação 687 dias. O diâmetro do planeta é de 6.794 quilômetros e as temperaturas oscilam entre 20ºC e – 130ºC. A composição atmosférica em marte é de dióxido de carbono, nitrogênio, oxigênio e monóxido de carbono.

Água em Marte

Na superfície de Marte são encontradas calotas polares constituídas de água e dióxido de carbono gelados, no planeta está presente a maior montanha de todo sistema solar, chamada de Olympus Mons, composta por uma grande cratera, além de planície e antigos leitos de rios. No ano de 2000, surgiu a primeira evidência de que havia água em Marte. Foram encontrados sinais de erosão no território marciano, indicando a existência de canais de água no subsolo do mesmo. Também foram encontradas amostras de gelo em Marte. Estes indícios aumentaram a esperança de que, futuramente, a NASA poderia enviar naves espaciais tripuladas para Marte, com o objetivo de colonizar o planeta vermelho. A água seria essencial para este propósito.

Existe vida em marte?

As sondas enviadas pela NASA já fotografaram e examinaram milhares de substâncias em solo marciano. Após análises de diversos cientistas do mundo todo, ainda não podemos afirmar com segurança sobre a existência de vida em Marte. A existência de água em território marciano abre uma grande possibilidade dessa teoria ser comprovada, já que a água é a principal fonte para a existência de vida. Novos estudos e projetos poderão futuramente esclarecer mais sobre este polêmico tema.

Curiosidades

  1. Na Mitologia Romana o Planeta Marte era considerado o filho de Juno e de Júpiter;
  2. Na China o Planeta Marte era conhecido como Teh’i-Sing (o planeta vermelho);
  3. No antigo Egito o Planeta Marte era chamado de Nergal (deus da guerra);
  4. Na Índia o Planeta Marte era chamado de Pifoedus (cor de fogo);
  5. Na Babilônia o Planeta Marte era chamado de Angaraka (coração ardente);
  6. No Planeta Marte está presente a maior montanha existente de todo o sistema solar, a mesma é denominada como Olympus Mons, a montanha é composta por uma cratera de grande porte;
  7. Conhecido como "Planeta Vermelho", Marte pode ser avistado a olho nu durante a noite. No céu, temos a impressão de que ele é uma estrela avermelhada (é daí que vem o "apelido" que o planeta recebeu). Quem sabe um dia você não consegue vê-lo daqui da Terra?
  8. Até agora, nenhum homem pisou no solo marciano - atualmente há dois robôs explorando a superfície do planeta, mandando imagens, fotos e outros dados. Mas há planos para que, por volta do ano de 2030, a Agência Espacial Europeia envie uma missão humana a Marte.

Um planeta vermelho como casa

Se uma viagem só de ida para Marte pode parecer pura loucura de ficção científica, há mais de 100 mil ‘loucos’ bem-dispostos inscritos no projeto privado Mars One, que pretende dar início à colonização do planeta vermelho. A uma semana do fim do prazo de inscrições, a CH conversou com uma das porta-vozes da empresa para entender melhor essa aventura de seis bilhões de dólares.

Se tudo correr bem, o primeiro grupo de astronautas deve deixar a Terra em 2022. Mas o projeto chega a Marte bem antes: missões não tripuladas partirão rumo ao planeta a partir de 2016. Elas colocarão satélites de comunicações em órbita e levarão grandes sondas terrestres, que definirão o local do assentamento e realizarão a instalação dos primeiros módulos habitacionais. Quando o grupo de pioneiros chegar, a estrutura estará pronta, com reservas de água e oxigênio. Segundo a empresa, o segundo grupo viajará dois anos depois e assim sucessivamente pelos anos seguintes.


Slide24-marte.jpg